sexta-feira, dezembro 08, 2017

Finalmente a chuva

Do dia de chuva que se aguardava e uma vontade enorme de fotografar, aqui ficam alguns registos realizados no terraço lá de casa.








quinta-feira, dezembro 07, 2017

Os dias avançam a uma velocidade louca, à qual sinto que não tenho conseguido acompanhar. Há um forte desejo de voltar a ter este blog atualizado, pois certamente só assim fará sentido continuar com ele.A ver vamos se conseguimos tornar realidade esse vasto desejo, até lá partilhamos esta espécie de mantra:

Créditos da imagem: às nove no meu blog

sábado, outubro 07, 2017

Junk journal

 Há já algum tempo que vou relatando pequenas memórias no meu junk journal.
 Histórias do dia a dia, poesias, palavras ou até mesmo momentos que de alguma forma me marcaram, quer sejam em forma de fotografias, de recortes, colagens e até de journaling.
 Ficam aqui alguns registos das páginas em que estive a trabalhar. Espero que sejam do vosso agrado.







quinta-feira, outubro 05, 2017

Sobre a necessidade de manter o foco...

Submersa pela correria dos dias, sinto necessidade de manter o foco, especialmente naquilo que me deixa feliz, que contribui para o meu crescimento pessoal. Tenho necessidade de abraçar com convicção a necessidade de mudar, de abraçar a minha coragem o focar-me naquilo que eu quero, independentemente do que os outro pensam, ou querem.
E neste momento retenho o foco em mim, como numa ânsia desmedida de abraçar todo o tempo perdido e que não o dediquei a mim mesma.
Que outubro chegue em força para me ajudar com determinação,

segunda-feira, agosto 14, 2017

Snail mail

Uma publicação partilhada por Sandra Marques de Sá (@sandramarquesdesa) a



Uma publicação partilhada por Sandra Marques de Sá (@sandramarquesdesa) a



Tenho estado ausente do blog.
Gostaria de voltar a escrever mais por aqui vamos ver se realmente consigo reverter esta situação. Mas aqui fica um cheirinho do que tenho andado ultimamente a fazer. Tenho participado em alguns snails mails. Este primeiro foi o que preparei para a Susana Mação e o segundo foi para a Sylvia
Tratam-se  ambos de um flipbook com alguns miminhos no seu interior.

terça-feira, julho 25, 2017

Xico

Ainda não vos tinha contado, mas passado quatro meses da morte do Jonas, decidimos adoptar um novo gatinho. Adotamo-lo no dia 1 de julho e digam lá se não é uma fofura.





Bullet journal ou agenda?

bullet journal tem-se mostrado um ótimo recurso para ajudar na organização, seja ao nível pessoal ou profissional.
Este método análogo de organização tem como função reunir num só lugar todos os aspectos do dia-a-dia: os lembretes utilizados como os post-its, os planos de uma  viagem, as tarefas diárias e os compromissos futuros, listas, ideias, etc.
Já lá vão dois anos de uso e rendi-me por completo. É caso para dizer que dei reforma à minha velhinha agenda.
A sua funcionalidade e simplicidade,  pois sou eu que o personalizo, a gestão das páginas e dos espaços em função das minhas necessidades e a possibilidade vasta de a cada mês mudar simplesmente o layout e disposição das temáticas deixaram-me completamente rendida.

terça-feira, julho 11, 2017

Roda da vida



A roda da vida é um instrumento de introspeção e de avaliação originalmente utilizado pelos hindus.
A roda é composta por um circulo com várias divisões. A cada uma delas é definida uma área fundamental das nossas vidas com o objetivo ao equilibrio pessoal. Essas áreas passam por amor, família, saúde, vida social, trabalho, finanças, espiritualidade, tempo livre... Cada área deve der avaliada de 1 a 10, atribuindo-se a pontuação equacionando o nível de satisfação, considerando que 1 refere-se a muito pouco satisfeito e 10 a muito satisfeito,  na área em questão.
Pode ser experimentado online aqui.
Eu pessoalmente decidi imprimir uma e colei-a numa folha do meu bullet journal, para  cada área defini uma cor a usar, ao lado irei refletir um ponto de foco em alguma estratégia para que possa melhorar a minha vida futura. Quanto mais assimetrica estiver a roda em termos de cor, significa que temos muito em que refletir e mudar o nosso modo de atuação. E deixem que vos diga, na minha há muito assimetria! Alguém se sente tentado a experimentar?